quarta-feira, 4 de setembro de 2019

GRE Garanhuns realiza I Seminário de Cultura de Paz nas Escolas do Agreste Meridional

O encontro serviu para debater propostas de trabalho para garantir a cultura de paz nas escolas

Assessoria de Comunicação - 27/08/2019 15:29h


A Gerência Regional de Educação de Garanhuns realizou, na última sexta-feira (23), o I Seminário de Cultura de Paz nas Escolas do Agreste Meridional. Participaram do evento, que aconteceu na Escola Técnica Estadual (ETE) Ariano Vilar Suassuna, gestores, educadores de apoio e representação do estudantes das escolas estaduais do Agreste. 

Na cerimônia foi realizada uma mesa redonda com representantes da Polícia Militar, Conselho Tutelar de Garanhuns, Ministério Público e com representante da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Padre Zacarias Tavares, de Caruaru. A mesa tratou o tema, “A atuação de instituições parceiras no fortalecimento da cultura de paz nas escolas”. Também aconteceram mini cursos sobre: Entristecimento e prevenção ao suicídio na adolescência com a psicóloga Emília Júlia Oliveira; Bullying com a psicóloga Juliana Galdino; Violência contra a mulher, com Walkíria Alves e Preservação do Patrimônio Público, com o policial militar Marcone Zacarias. 

O Seminário teve como estratégia disseminar propostas de trabalho para a preservação do ambiente de paz nas escolas, entender a função das instituições que atuam como rede de apoio na prevenção e enfrentamento à violência no ambiente escolar, discutir a importância de combate ao Bullying, identificar possíveis causas que levam o adolescente ao entristecimento e suicídio, identificar a violência contra a mulher presente no cotidiano e as formas de enfrentamento e valorizar e preservar o Patrimônio Público.

“O seminário foi de grande relevância para nós, onde oportunizamos a disseminação de práticas de fortalecimento da cultura de paz em ambiente escolar. Juntamos no mesmo espaço a escola através dos gestores, educadores de apoio, representantes dos estudantes e instituições parceiras como ministério público, polícia, conselho tutelar e escola de outra GRE para fazer essa troca e reflexão acerca do tema. O debate foi muito bacana e pudemos aprofundar  nas oficinas temáticas atuais e muito necessárias para reflexão”, pontua Adelma Elias, gestora da GRE Garanhuns. 

EREM Coronel Nicolau Siqueira se classifica entre os dez finalistas do Desafio de Volta às Aulas Mares Limpos

Certame foi proposto pela ONU Meio Ambiente com objetivo de reduzir os danos causados pelos plásticos no mares

Assessoria de Comunicação - 29/08/2019 14:27h


Créditos: Divulgação



É possível ver os danos que os plásticos estão causando ao meio ambiente. Nos mares, os animais são as maiores vítimas. Dessa forma, a ONU Meio Ambiente lançou o Desafio de Volta às Aulas Mares Limpos, que visa reduzir o uso de plásticos descartáveis nas escolas e no dia a dia das crianças. De Águas Belas, no Agreste do Estado, a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Coronel Nicolau Siqueira é uma das dez unidades de ensino finalistas e representa a Rede Pública Estadual com o projeto “Redução do lixo descartável na EREM Coronel Nicolau Siqueira”. O resultado final do desafio será divulgado neste sábado (31). 
A ideia do projeto foi inserida em uma disciplina eletiva e fez com que os estudantes envolvidos fossem os multiplicadores para toda a escola. Os estudantes participaram de momentos de sensibilização por meio de aulas expositivas, visitas em escolas especializadas em agroecologia e assistiram a uma palestra com o ativista de causas ambientais, Adauto Medeiros. A partir dessas vivências, os estudantes realizaram intervenções na Coronel Nicolau, solicitaram sugestões de como diminuir o uso do descartável na unidade, entrevistaram o secretário de Cultura, Turismo e Meio Ambiente do município, Izaquiel Braz, sobre o descarte do lixo, e coletaram os copos usados, restos de folhas e sobras de alimentos para produção de adubo, além da realização de visitas no riacho Ribeira para análise da situação ambiental. 

“A participação efetiva dos estudantes está sendo de muita importância. A parceria entre eles é necessária para colocarmos em prática as ações propostas no projeto. Eles nunca mais serão os mesmos, os impactados que sofreram farão deles eternos propagadores de ações sustentáveis”, relata a professora de Química e Biologia e responsável pelo projeto, Marileide Gomes. 

O também professor de Química e Biologia, Washington Azevedo, que coordenou o trabalho com Marileide, garante que os estudantes causaram um impacto positivo  na escola. “Para conseguir mudar a realidade da nossa cidade seria preciso fazer um trabalho de dentro para fora, e foi assim que começamos. Nossos estudantes foram protagonistas neste projeto, tiveram vontade de mudar a realidade da escola e, consequentemente, da comunidade. Com essas pequenas ações geramos a mudança de comportamento e do ambiente onde vivemos, com certeza eles serão lembrados como os estudantes que mudaram os hábitos da escola pelo meio ambiente”, diz. 
Os resultados já estão sendo vistos por toda unidade. Os recipientes descartáveis foram trocados por permanentes e os copos plásticos estão sendo recolhidos, lavados e usados na sementeira da escola, já com a primeira muda germinando, assim como a composteira, que também já está em funcionamento. “Tudo que aprendi na eletiva foi intenso, único e fantástico. Em pouco tempo conseguimos mudar a realidade da escola. Fizemos um pouco, mas se conseguimos incentivar outras pessoas, é possível ainda salvar o meio ambiente”, pontua a estudante Jhuly Hermana Barros. “O projeto teve um grande impacto na minha vida. Estou pensando em fazer na minha casa uma horta com garrafas pet e realizar algum projeto que envolva todas as escolas, dar as mãos em prol do meio ambiente”, fala o estudante Elisson da Silva Pinto. 

PRÊMIO IDEPE- Índice de Desenvolvimento Educacional de Pernambuco - 2018

Na manhã do dia (7), no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, aconteceu a divulgação do resultado e da premiação dos destaques no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (IDEPE). A solenidade é um dos eventos mais importantes do calendário da educação pública de Pernambuco e tem como objetivo valorizar o trabalho das escolas, Gerências Regionais de Educação (GREs) e municípios que obtiveram bons desempenhos educacionais. Pernambuco mais uma vez superou a média nacional, que é de 3,5, e conquistou a nota 4,7 no desenvolvimento da educação do estado em 2018, demonstrando crescimento em comparação com 2017. 
No Agreste Meridional o resultado foi comemorado pela Gerência Regional de Educação (GRE/AM). Confiram agora alguns desses destaques aqui na abrangência do Agreste Meridional.

Escolas com maior CRESCIMENTO - Ensino Fundamental Anos Finais:
1. Escola Elisa Coelho (Garanhuns) 2. Dom Juvêncio de Brito (Garanhuns)3. Escola São Cristóvão (Garanhuns)4. Escola Mestra Beatriz (Bom Conselho)5. Escola Duque de Caxias (Garanhuns)
Escolas com maior CRESCIMENTO no Ensino Médio:
1. Escola Elpídio Barbosa (São Bento do Una) - Entre as 10+ do Estado2. Escola Elisa Coelho (Garanhuns)3. ETE Antônio Dourado (Lajedo)4. Escola Clarice Godoy (Correntes)5. Escola São Cristóvão (Garanhuns)
Escolas com MAIORES notas no Ensino Fundamental
1. Escola de Aplicação Ivonita Guerra - UPE (Garanhuns) / 2º no IDEPE Estadual2. Escola Padre Callou de Alencar - Canhotinho3. Escola Mestra Beatriz (Bom Conselho)4. Escola Elvira Viana (Garanhuns)5. Escola Duque de Caxias (Garanhuns)
Escolas com MAIORES notas no Ensino Médio:
1. Escola de Aplicação Profª.  Ivonita Alves Guerra -  / 2º no IDEPE Estadual2. Escola Henrique Justino (Jucati)3. Escola Cel. Nicolau Siqueira (Águas Belas)4. Escola Augusto Lúcio (Correntes)5. ETE Eduardo Campos (São Bento do Una)
MENÇÃO HONROSA/ESCOLAS REGULARES: Escola Padre Callou de Alencar - Canhotinho. A rede municipal de Palmeirina recebeu premiação como destaque na educação infantil de Pernambuco.   

terça-feira, 2 de julho de 2019

Educação de Jovens e Adultos abriu inscrições para mais de 30 mil vagas nesta segunda

A Secretaria de Educação e Esportes do Estado abriu, nesta segunda-feira (1), as inscrições para o Ensino Médio da modalidade Educação para Jovens, Adultos e Idosos (EJA). Serão ofertadas mais de 30 mil vagas em 418 unidades de ensino do estado. Os candidatos podem se matricular na escola de sua preferência, até o dia 23 de julho.


Para se inscrever, o interessado deve ter mais de 18 anos e não ter concluído o Ensino Médio. Não há limite de idade. Para realizar a matrícula, o candidato deve apresentar o certificado de conclusão do Ensino Fundamental (original), ou declaração provisória ou histórico escolar; foto 3X4; RG e CPF (cópia e original); e comprovante de residência (cópia e original). Se o candidato for trabalhador, será necessário levar comprovante de vínculo, por causa da tolerância e do horário.

O Ensino Médio da EJA tem duração de 18 meses, dividido em três módulos, sendo um por semestre (500 horas/aula cada). Para maiores informações, entrar em contato com a Gerência de Educação de Jovens, adultos e Idosos (GEJAI), pelo telefone (81) 3183-8762.

“Na última década, o Estado de Pernambuco tem realizado importantes investimentos para a melhoria da qualidade da educação básica. Os resultados dessas políticas públicas têm se traduzido em impactos positivos nos índices educacionais do Estado. No entanto, ainda há uma realidade desafiadora a ser modificada: reduzir o quantitativo de pernambucanos com 18 anos ou mais que não ingressaram ou não concluíram o ensino médio”, disse a gerente geral das Modalidades, Cláudia Abreu.

Clique aqui para conferir a lista completa com as escolas que ofertam a modalidade de ensino.

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Governo do Estado lança ‘Programa Criança Alfabetizada’

Em um Teatro Guararapes completamente lotado, foi lançado, nesta terça-feira (11), o ‘Programa Criança Alfabetizada’. Iniciativa do Governo do Estado através da Secretaria de Educação e Esportes, o projeto visa apoiar os municípios na busca pela alfabetização na idade correta de todos esses pequenos estudantes. O projeto, que deve impactar cerca de 330 mil crianças, conta com o apoio técnico de parceiros que carregam a educação em seus propósitos: Instituto Natura, companheiro também no Programa Educação Integrada, Fundação Lemann e a Associação Bem Comum.

Estiveram presentes na solenidade prefeitos de diversos municípios de Pernambuco, além de representantes de empresas parceiras e deputados estaduais. Unidos, todos compactuam com o grande e principal objetivo do projeto, que busca melhorar a qualidade do ensino e, consequentemente, os resultados de aprendizagem dos estudantes, trabalhando sempre em parceria com as cidades. Com investimentos na ordem de R$ 50 milhões, a iniciativa tem como propósito apoiar todos os 184 municípios pernambucanos na busca pela alfabetização de todas as crianças que estudam na rede pública, garantindo, além da maior aprendizagem, o acesso a oportunidades e a um futuro melhor.

“É muito importante garantir que as nossas crianças estejam sendo alfabetizadas na idade certa, para que, posteriormente, cheguem às universidades e consigam bons empregos. O ideal é que aos sete anos eles já estejam lendo e escrevendo, e para isso teremos muito incentivo. É com educação que esse País vai melhorar, então queremos aproveitar tudo o que aprendemos com o ensino médio para fazer também pela alfabetização, construindo assim um ensino fundamental forte. Não basta pensar a curto prazo, nosso trabalho é de médio e longo prazo”, destrinchou o Governador de Pernambuco, Paulo Câmara. 

Impactados diretamente pelo programa, os municípios receberão material complementar e de apoio pedagógico para a alfabetização, todos entregues pelo Estado, beneficiando anualmente mais de 187 mil crianças do 1º e 2º anos do ensino fundamental. O Programa prevê ainda a formação continuada para todos os gestores escolares, coordenadores pedagógicos e professores que atuam na pré-escola e alfabetização, contemplando mais de 23 mil servidores formados; bolsas para coordenadores e formadores municipais, que atuarão na pré-escola e nos 1º e 2º anos em cada município, totalizando 552 profissionais; avaliação do Saepe e avaliação de fluência para todos os estudantes do 1º e 2º anos; Prêmio Escola Destaque para as unidades de ensino com bons desempenhos e apoio técnico e financeiro para as escolas com menores resultados, ofertando mais de R$ 6 milhões em recursos - sendo R$80 mil para as escolas que apresentarem melhores resultados, e R$40 mil para as escolas com desempenhos mais baixos, como forma de incentivar essas instituições. 

O programa também prevê mudanças na arrecadação do ICMS para todos os municípios – serão mais de R$ 540 milhões distribuídos com base em resultados educacionais. Atualmente, Pernambuco repassa 25% do ICMS, sendo parte deste valor (R$ 750 milhões) distribuídos com base nos índices de áreas como educação, saúde e meio ambiente. O incremento proposto pelo Criança Alfabetizada visa possibilitar que os municípios desenvolvam ações necessárias para obter bons resultados na educação. Ou seja, numa transição calculada para ser realizada em seis anos, o índice indicador de educação dessas cidades deve pular de 3% para 18%. A estruturação para se adequar às novas regras deve ser iniciada em 2021.

Todo esse investimento implicará no fortalecimento da gestão, formação de gestores e professores, material complementar e avaliação dos estudantes. “Era necessário construir uma base para que nossas crianças avançassem na educação, e um grande passo para isso é com um olhar especial para a alfabetização, e foi assim que nasceu o programa. É só o começo, ainda temos muito trabalho pela frente, mas tenho certeza que unidos podemos transformar ainda mais a educação, e vamos fazer isso ao lado de todos os municípios do nosso Estado”, comemorou Fred Amancio, secretário de Educação e Esportes.

sexta-feira, 7 de junho de 2019

Nota de Agradecimento - 51º Jogos Escolares Regionais do Agreste Meridional


Os Jogos Escolares Regionais do Agreste Meridional (JER/AM) encerraram nesta quinta-feira, 06 de junho, honrando a trajetória de 51 anos de competência, seriedade e geração de oportunidades aos jovens atletas da região. O evento só construiu a sua história de sucesso, confirmada na edição 2019 que acaba de se encerrar, porque acreditamos no esporte como meio eficaz na aquisição de valores fundamentais para constituição da cidadania dos nossos estudantes, como também, no incentivo à prática desportiva e no intercâmbio sociocultural entre as escolas do Agreste Meridional. 

A 51ª edição dos JER aconteceu de 24 de maio a 06 de junho, envolvendo milhares de estudantes atletas na prática de esportes individuais (atletismo, badminton, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, vôlei de areia e xadrez) e coletivos (basquete, futebol de campo, futsal, handebol e voleibol), com o impressionante número de 302 jogos realizados em diversos polos distribuídos pela cidade de Garanhuns, o que faz deste um dos maiores Jogos Regionais do Estado de Pernambuco. A competição contou com a participação ativa de aproximadamente 200 educadores que, desde a primeira reunião ocorrida em 19 de março deste ano, acompanham as informações sobre planejamento, cronograma, distribuição de equipes e normas constantes no Regulamento Geral e Regulamentos por Modalidade. 

Um evento desta importância e dimensão, que engloba escolas das redes estadual, municipais, privada e federal de 22 municípios do Agreste Meridional, chega ao final de mais uma edição com o sucesso merecido por todos aqueles que se envolveram direta e indiretamente para que tudo acontecesse conforme o esperado. 

Para isto, nosso planejamento começa desde o início do ano, tendo a nossa primeira reunião no dia 19 de março de 2019 para os professores de Educação Física das três redes de ensino, coordenadores esportivos e representantes das Secretárias Municipais de Educação do Agreste Meridional. 

Prevendo os acontecimentos corriqueiros em eventos desta natureza e proporção, todos os delegados de quadra receberam informações referentes aos procedimentos de urgência e emergência no sentido de contactar o Corpo de bombeiro e o SAMU, instituições capacitadas e habilitadas para ocorrências de saúde comuns à prática de atividades físicas de contato. Instituições, as quais, agradecemos pelo atendimento ágil e competente, quando foi necessário. Como medida complementar de cuidado com a integridade dos envolvidos no evento, considerando as atribuições assumidas pelos Professores de Educação Física, não somente no período dos JER/AM, realizamos uma formação em Primeiros Socorros no dia 28 de março de 2019, capacitando assim todos os envolvidos para qualquer situação de necessidade neste sentido. 

A segurança preventiva, outro aspecto fundamental em eventos com um envolvimento de público tão grande, foi também merecedora de destaque quanto à eficácia durante os dias de competições. A partir de uma parceria estabelecida com o 9ª BPM, a quem também agradecemos, os 51º JER contaram com atenção especial para todos os espaços envolvidos, garantido o bem-estar de atletas e torcedores. 

Do ponto de vista técnico, o sucesso dos Jogos Escolares Regionais também se deu ao trabalho dos delegados de quadra específicos, cuidando de toda a parte técnica da modalidade, como também dos delegados de quadra da GRE do Agreste Meridional, presentes em todos os espaços de jogos, assumindo a responsabilidade de questões disciplinares e de tudo que prejudica o bom andamento da competição. Também foi atribuição desses profissionais repassar para os professores participantes e profissionais da imprensa todos os resultados dos jogos, mantendo-se identificados e posicionados em local estratégico e de fácil acesso a todos. 

Toda esta estrutura foi somada à imprescindível contribuição de instituições como Academia Carlos Tevano, Academia WEFA, AABB, AESGA, 71º BIMTZ, Colégio Diocesano de Garanhuns, Colégio Monsenhor Adelmar da Mota Valença, Conselho Tutelar, JM Seguros, Sesc e Secretarias Municipais de Educação, também merecedoras dos nossos sinceros agradecimentos. 

A cada gestor(a) escolar, professor(a), equipe técnica da Gerência Regional de Educação, prefeito(a), profissional da imprensa, parceiro, atleta e público em geral, deixamos o nosso muito obrigado por ter feito da 51ª edição dos Jogos Escolares do Agreste Meridional um momento de consagração da educação, no seu sentido integral da palavra, fazendo-nos entender que a conquista, alegria e crescimento dos nossos estudantes representam a verdadeira vitória desses dias de competição. 




Gerência Regional de Educação 
Agreste Meridional

quarta-feira, 5 de junho de 2019

SEE divulga resultado preliminar da primeira etapa do processo seletivo interno

A Secretaria de Educação e Esportes do Estado divulgou nesta terça-feira (4) o resultado preliminar do processo seletivo para convocação de 41 servidores estaduais. O certame contempla profissionais da área de psicologia, fonoaudiologia, serviço social, fisioterapia, administração e pedagogia. Além desta etapa, a seleção terá ainda uma entrevista, onde serão convocados três candidatos por vaga.

O candidato que deseja entrar com recurso deve fazê-lo por meio eletrônico, através do email suase.selecao@gmail.com, até às 23h59 desta quinta-feira (6). Para isso, o Formulário para Recurso digitalizado, que está disponível no Anexo VI deste Edital, deve ser preenchido e anexado ao email. 

A divulgação do resultado definitivo da primeira etapa, e convocação para a segunda, será realizada no dia 10 deste mês. Abaixo segue novo cronograma:


quarta-feira, 29 de maio de 2019

Nota de Falecimento


Inscrição do Prêmio Professores do Brasil termina nesta sexta-feira (31)

Seguem abertas até esta sexta-feira (31) as inscrições para a 12ª edição do Prêmio Professores do Brasil 2019. Podem participar professores da educação básica da rede pública brasileira, que deverão enviar um relato de prática pedagógica desenvolvida com seus estudantes para concorrer. O resultado estadual está previsto para sair em agosto e o regional em outubro.

Organizado pelo Ministério da Educação (MEC), com o apoio de instituições parceiras, a premiação estimula a atuação de professores na implementação do Plano Nacional de Educação e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e tem como objetivo reconhecer, divulgar e contemplar trabalhos de docentes que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

O Professores do Brasil conta com diferentes fases - estadual, regional e nacional, além de temáticas especiais, cujos prêmios variam entre dinheiro, viagens, medalhas, troféu e certificados. O prêmio está dividido em seis categorias: Educação Infantil (creche); Educação Infantil (pré-escola); Ensino Fundamental (ciclo de alfabetização – 1º, 2º e 3º ano); Ensino Fundamental (anos iniciais – 4º e 5º ano); Ensino Fundamental (anos finais – 6º ao 9º ano); e Ensino Médio. 

Além de concorrer às premiações por categoria, o professor poderá concorrer à premiação extra das temáticas especiais, indicando, no ato da inscrição, a qual delas seu projeto atende. São elas: Esporte como estratégia de aprendizagem; Aprendizagem criativa; Uso de tecnologias de informação e comunicação; Educação Empreendedora; e Criação e produção de linguagens de mídias por professores e estudantes no ensino fundamental e médio.

Para participar, acesse o site oficial do prêmio. 

Clique aqui para acessar o Regulamento